Jogo dos 7 erros na escolha de portas e janela

A escolha de portas e janelas é sempre motivo de dúvida na hora de construir ou reformar a casa. Antes de qualquer coisa, é essencial conhecer as características e o espaço do imóvel. Fazendo isso, é possível prever as necessidades do isolamento acústico, térmico e proteções contra ventos e insetos, por exemplo.

Cometer erros nessa fase da construção é muito comum, pois geralmente alguns detalhes essenciais passam despercebidos. Vamos ajudar você dando dicas importantes para evitar os 7 erros mais comuns na escolha de portas e janelas na sua obra, bem como conselhos no planejamento e também no acabamento que esses produtos precisam receber.

Erro 1 – Compra de produtos muito baratos

Já ouviu aquela celebre frase que “o barato sai caro”? Escute a sabedoria popular! Comprar portas e janelas baseado apenas no preço baixo não dá né?! Esse é o erro mais comum nas obras e as consequências são inúmeras, desde o desconforto na hora de usá-los, emperram na abertura, cupins, empenamento, infiltração de água, ferrugem dentre outros problemas. Evite dores de cabeça futuras!


Erro 2 – Uso indevido de janela de vidro ou material opaco

O uso do vidro está em alta, especialmente em janelas! Optar por colocar janelas de vidro ou blindex nos quartos às vezes não pode ser a melhor escolha, uma vez que, o vidro é transparente e vai permitir a passagem de luz durante a noite para dentro do quarto. Nesse caso, você ficaria “refém” de cortinas durante o período noturno, lembrando que uma boa cortina pode custar caro.


Onde você pode usar janelas de vidro? Elas são muito indicadas para sala, escritórios, cozinha ou corredores. Exibindo vantagens como:

- Podem ser mais barata do que os modelos de ferro ou alumínio

- Possuem uma vida útil longa

- É um material de fácil limpeza

- Seu uso é considerado moderno na arquitetura


Lembrando que é preciso ficar muito atento à questão da vedação em janelas de vidro, pois em muitos casos é comum encontrarmos problemas de entrada de água por falta de uma boa vedação.


Erro 3 – O tamanho da janela

Fonte: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/a5/30/56/a5305685b75f5c53820ed91bbb4c0bbe.jpg

Para o tamanho da janela considere não só o espaço de parede, como também o tamanho do cômodo e posição da mesma de acordo com os móveis do ambiente em questão. Quartos muitos grandes com janelas pequenas, por exemplo, podem ser esteticamente desagradável, bem como não promover a iluminação e ventilação necessária.

Vamos fazer um pequeno tour pela casa:

- SALA

Na sala as pessoas costumam utilizar janelas mais largas especialmente em salas grandes e que ficam de frente para a rua, sendo a largura de 1,5 metros uma das mais usadas.

2 metros: ideal para salas maiores

1,5 metros: medida mais comum

1,20 metros: medida bastante comum em salas menores.

1 metro: mais adequada para salas ainda cuja parede não tem muito espaço a ponto de comprometam a abertura caso seja maior


Medidas mais comuns de encontrar em casas de materiais de construção:

1,00 x 1,50

1,00 x 2,00

1,00 x 1,20

1,20 x 1,50

1,20 x 2,00

0,60 x 0,80

0,50 x 0,50

0,40 x 0,60

0,60 x 0,60

- COZINHA

Nesse ambiente é possível colocar janelas menores, porém a largura de 2 metros é boa por proporcionar espaço melhor de iluminação o que é muito importante na cozinha. É verdade que as janelas que servem na sala, também servem na cozinha, mas não tente o mesmo para as janelas de quartos, pois elas precisam ou deveriam ser fechadas.

Medidas mais comuns:

1,00 x 1,50

1,00 x 2,00

1,00 x 1,20

1,20 x 1,50

1,20 x 2,00

0,60 x 0,80

0,50 x 0,50

0,40 x 0,60

0,60 x 0,60

- DORMITÓRIOS

É muito importante não usar janelas muito largas pois o padrão geralmente é de 1 metro e meio de largura.

Medidas mais comuns:

1,00 x 1,50

1,00 x 2,00

1,00 x 1,20

1,20 x 1,50

1,20 x 2,00

1,20 x 0,50

Erro 4 – Dúvida sobre as portas de madeira ocas e semiocas.

Fonte: https://blog.casashow.com.br/wp-content/uploads/2013/11/Portas-e-Janelas-03.jpg

A porta de entrada da casa, deve receber atenção especial, sendo as mais comuns feitas de madeira, sem muito adorno e que abrem pra dentro. Há basicamente três tipos de portas de madeira:


Oca: Quando ela é revestida de madeira e por dentro é oca, sendo essa a pior opção de escolha.


Semioca: Segue o mesmo princípio da porta oca, entretanto ela tem enchimento de madeira. Indicada para uso interno na casa.


Maciça: Feita madeira maciça, ainda que possa possuir pedaços de madeira para formar desenhos e criar formas variadas. Esta é a melhor opção e consequentemente a mais cara. Seu uso é indicado para portas de entrada ou locais onde há a possibilidade de receber umidade.


Ao comprar portas de madeira fique atento para as folhas de portas ocas e semiocas, pois são as mais baratas, elas podem ter problema na preparação para o assentamento, ou seja, estufar, pois a madeira que reveste a porta é muito fina. Portas de entrada ou locais onde possa haver umidade escolha madeira maciça.

Erro 5 – Largura incorreta das portas

Você já parou pra pensar na largura das janelas da sua casa? Existem várias larguras de portas, porém colocar uma porta muito estreita pode ser um erro grave. Cadeirantes podem ter dificuldades de se locomover por passagens muito estreitas (http://www.ibdd.org.br/arquivos/acessibilidade.pdf), assim como a entrada de móveis e outros objetos maiores é dificultados.


Portas de entrada devem ser mais largas, até para ter uma aparência melhor esteticamente, já que as mesmas são o cartão de visita da sua casa. As internas podem ser mais estreitas, mas considere a necessidade de cada ambiente.