Tendências para a construção civil - BIM


BIM, abreviação de Building Information Modelling, é um sistema para criação e desenvolvimento de projetos para a construção civil de forma mais completa e diferente do que era feito no CAD. Esse novo conceito é uma realidade no mercado e faz parte da vida de todo profissional envolvido na construção civil, e se não faz, fará, pois o DECRETO FEDERAL 9.377 assinado e vigorado à partir de 17 de maio de 2018, determina que o uso do BIM será obrigatório a partir de 2021 nos projetos e construções em todo o Brasil.

Um projeto arquitetônico realizado em BIM, por ter uma visão espacial em 3D, já auxiliaria a encontrar erros. Ao integrar com informações, possui uma geometria que auxiliará em todo o processo da construção. Isso envolve serviços preliminares, planejamento, orçamento, fundação, estrutura, instalações elétricas e hidrossanitárias. Além disso, a plataforma se consolida como verdadeiro trunfo para agir de maneira digital pois mais de uma pessoa pode acessá-la ao mesmo tempo, adicionando e editando dados em tempo real, que são atualizados para todos os usuários.

Dentre os vários benefícios do uso do BIM, podemos listar alguns abaixo:

  • permite um entendimento geral de todas as etapas da construção;

  • contribui com a qualidade geral do projeto, facilitando a visualização do resultado final;

  • minimização de conflitos — agenda ou cronograma — durante a execução da obra;

  • ciclos de aprovação mais rápidos;

  • facilidades para a qualificação do controle de previsão de custos

  • mais produtividade fazendo uso de menos recursos do que antigamente;

  • versatilidade de aplicações, tornando a plataforma BIM em ferramenta estratégica, de planejamento e de controle de riscos das obras;

  • melhorias na logística e organização do canteiro de obras;

  • dados salvos na nuvem, exigindo menos infraestrutura física de servidores e, ainda, promovendo a segurança de sua propriedade intelectual;

  • visualização de todo o histórico do projeto.

Apesar do conhecido nível 3D, há diferentes profundidades de utilização, com diferentes objetivos. Conheça melhor os “D’s” do BIM.

BIM 3D: foca na visualização em aspecto espacial, permitindo que todos vejam as alterações realizadas no mesmo instante que são feitas;

BIM 4D: utilizado na prevenção de riscos, permitindo uma visualização prática do planejamento da construção;

BIM 5D: nível de orçamentação, mostra o impacto do custo ao longo do tempo, fazendo um trabalho análogo a Planilha de Cronograma Físico-Financeiro;

BIM 6D: esse nível trabalha na análise do consumo de energia, que resultará em escolher equipamentos de alto desempenho (e que consumam menos energia proporcional);

BIM 7D: nesse nível há um foco na manutenção das instalações, resultando em benefícios como a substituição mais rápida das peças.

#BIM #Construçãocivil #Projetos #Comunicação #planejamento #Engenhariacivil #Compatibilização

0 visualização

Você sonha, a gente concretiza!

icons8-whatsapp-400 (1).png
icons8-instagram-400.png
icons8-facebook-400.png

Av. Antônio C. Magalhães, 510 - Santo Antonio, Juazeiro - BA - CEP: 48902-303
Acima do prédio do RU, UNIVASF

Tel: 74 9 8849-2766

E-mail: contato@concretizejr.com

Concretize Jr.

© Copyright 2020 - Todos os direitos reservados